Panleucopenia felina (FPV), doença grave em gatinhos

Gatos Paradais Sphynx

Informações sobre os gatos, os seus cuidados e saúde, raças de gatos, genética felina. Fotos e vídeos.

Cabeçalho Direito

  • Animales
  • Perros
  • Centenas de
  • Répteis
  • Anfibios
  • Aves
  • Peces
  • Mamíferos
  • Sphynx
  • Perro pelo pecado
  • Invertebrados
  • Naturaleza
  • Viajes

Autor: Paradais Sphynx Deja un comentario

nesta página sobre gatos

  • 6.1 Mais informações sobre gatos, água, cuidados…

Nome

A panleucopenia felina é uma doença causada por um parvovirus. Trata-Se de um vírus bastante estável no ambiente, pode permanecer viável por até um ano, além disso, é muito resistente frente aos desinfetantes. Ele tem uma afinidade especial por células em divisão: células do intestino, medula óssea, tecidos fetais, etc

Epidemiologia e contágio

A panleucopenia ou enterite infecciosa felina provoca uma doença grave nos felinos. O vírus está presente em todas as secreções do organismo, mas a principal via de infecção são as fezes. A transmissão pode ocorrer por:

  • Contato direto com os gatos contaminados ou suas secreções.
  • Ocasionalmente por contato indireto: roupas, caixas, comedouros, mãos…

Patogenia

Infecta células com alta atividade mitótica: intestino, medula óssea, órgãos linfóides… em gatinhos muito jovens também pode afetar o sistema nervoso central:

  • Cérebro
  • Cerebelo
  • Retina
  • nervo óptico relacionada óptico

Diagnóstico, sintomas da panleucopenia felina

Para a detecção do vírus costuma-se recorrer à realização do teste de parvovirose canina. Os gatos afetados costumam apresentar estados febris, diarréia, vômito, anemia, etc., Em gatos jovens, com menos de cinco meses, as chances de mortalidade são mais elevadas do que em gatos adultos.

Tratamiento

O controle e a supervisão por parte de um veterinário é imprescindível, dado a gravidade de que se reveste este tipo de patologia.

Não há tratamento específico, mas de suporte, principalmente fluidoterapia, fazer com que o gato se alimente, etc., A terapia com immunomodulatory é outra alternativa utilizada em muitas clínicas veterinárias com a finalidade de obter o aumento das defesas do animal afetado, dessa maneira pode combater melhor a doença. O uso de antibióticos de amplo espectro são também utilizados para tratar ou, em seu caso, prevenir infecções no trato digestivo.

É basicamente uma patologia muito semelhante ao parvovirus canino. Está provado que em gatos infectados podem expulsar o vírus se beneficiam de um sistema imunológico forte. A aplicação de vacinas específicas é a melhor opção para a prevenção da doença.