American Staffordshire Terrier cão toda força e vitalidade

O american staffordshire terrier tem a sua origem na Inglaterra, mas também nos Estados Unidos, já que este país foi fundamental para o aperfeiçoamento deste excelente cão. A raça se originou graças a um cruzamento entre o cão Old English Bulldog e o Old English Terrier, com a finalidade de obter um cão forte e compacto, com boas habilidades para a luta e o ataque. Seu padrão e reconhecimento de raça por parte do American Kennel Club levou a cabo no ano 1.936.

Características e descrição do american staffordshire terrier

Cabeça tamanho médio, larga, chorar musculosos, stop pronunciado; Olhos escuros e redondos; orelhas semierguidas, embora se admite a orelha cortada para que fique no alto.

Corpos forte, muito compacta, patas curtas e musculosa, boa osamenta. Cauda curta e de implantação baixa.

o Cabelo fino, ele suporta todos os tipos de cores.

Atura a cruz machos de 46 a 48 cm e fêmeas de 43 a 46 cm

Personalidade, socialização e o carácter do amerian staffordshire terrier

Bastante agressivo em relação a outros cães, muito territorial, boas habilidades como cão de guarda. É fiel a seu mestre, embora um pouco independente e teimoso. Não se adapta com facilidade à vida em um apartamento, já que precisa de muito exercício físico, além de uma educação firme e contínua desde a sua infância. Não deve levar uma educação baseada na violência ou cão de luta, já que pode se tornar um mamífero potencialmente perigoso.

Com outros animais de estimação, pode adaptar-se, sem dificuldade, também suporta a presença de crianças, com estranhos, se o levam ou se sente inseguro responderá com toda a sua força, fato este a ter em conta para extremar as medidas de segurança e evitar surpresas que infelizmente possam vir a acabar em tragédia,

os Seus cuidados ou manutenção

escová-lo regularmente para que seu cabelo se mantenha limpo. A média de vida é de 13 anos. Entre as doenças mais comuns na american staffordshire estão a displasia de quadril, cataratas na vista e Ataxia Cerebelosa (doença de tipo neurológico). Alguns exemplares tendem a sofrer de problemas cardíacos.

Adoção de ummerican staffordshire terrier

Em Portugal este belo animal que é considerado como o cão potencialmente perigoso, com o que é necessário alguns requisitos especiais para a posse lícita deste mamífero, concretamente, é necessário ter antecedentes criminais, ter um seguro de responsabilidade civil e um certificado de capacidade física e psicológica; além disso, para poder transitar com o animal, deverá levar açaime e trela.

Finalidade ou utilidade

Cão de companhia e de guarda.

Classificação segundo FCI

Grupo 3 Terriers, Seção Terriers do tipo Bull.

Otras nombres

Pitbull americano, Am-Equipe, o American Pit Bull Terrier.