Sagrado da birmânia: conheça o gato birmanês

Gatos Paradais Sphynx

Informações sobre os gatos, os seus cuidados e saúde, raças de gatos, genética felina. Fotos e vídeos.

Cabeçalho Direito

  • Animales
  • Perros
  • Centenas de
  • Répteis
  • Anfibios
  • Aves
  • Peces
  • Mamíferos
  • Sphynx
  • Perro pelo pecado
  • Invertebrados
  • Naturaleza
  • Viajes

Autor: Paradais Sphynx Deja un comentario

nesta página sobre gatos

  • 5.1 Mais informações sobre gatos, água, cuidados…

Orígenes e historia

O Sagrado da Birmânia, também é conhecido com o nome de gato birmanês, é um gato de origem desconhecida; alguns mantêm-se que os primeiros exemplares provenientes de Mianmar e após a sua exportação para a Europa começou a selecionar gatinhos para a criação desta raça, outros, no entanto, estabelece a sua origem, fruto do acasalamento entre um siamês com as patas manchadas de branco e um exemplar de pêlo longo, como por exemplo, o persa ou o gato angora.

Se tem conhecimento de que o cruzamento seletivo para seleção e melhoramento feita em Nice -França — lá pelo ano de 1930, posteriormente realizaram-se trabalhos de melhoramento para obter um fenótipo tal como se conhece na atualidade,

Caráter, comportamento, socialização e cuidados

O gato sagrado da birmânia é um animal sociável, com uma voz muito doce, muito tranquilo, adapta-se sem dificuldade da vida familiar, não gosta de solidão; muda-se sempre de escovar uma vez por semana para que se mantenha em optimas condições, em época de muda a escovação deve ser diária.

da tarifa para visitar todas del gato birmanês

É importante adquirir um exemplar de sagrado da birmânia, diretamente em fazendas, sobretudo para garantir a pureza da raça, já que estes animais apresentam semelhanças com outras raças de gatos, de fato, se adquire um particular podemos correr o risco de comprar um gatinho cruzado. O custo médio costuma rondar os 700 euros se a adoção é para fins de companhia. Exemplares destinados a concursos ou exposições felinas, o seu custo é muito maior no mercado.

Padrão do sagrado da birmânia ou gato birmanês

CORPO: O gato é de tamanho médio, tem uma estrutura de ossos sólida, com musculatura bem desenvolvida. O corpo de peso é de tamanho médio e ligeiramente alongado. As pernas são de comprimento médio, com os pés são grandes e ligeiramente arredondadas. A cauda é de comprimento médio, com a forma elegante e com topete.

CABEÇA: A cabeça em forma triangular com contornos arredondados. Os ossos das bochechas altas, bochechas bem arredondadas e com a testa ligeiramente arqueada. O perfil é um pouco inclinar-se, com um nariz romano de comprimento médio e queixo pronunciado.

ORELHAS: As orelhas são de tamanho médio, largas na base, com as pontas ligeiramente arredondadas e com boa separação entre ambas as orelhas.

OLHOS: Os olhos são azuis intensos, quase redondos, bem separados um do outro.

MANTO: Semilargo ou longo, com textura sedosa e com pouca fiapos. Os pêlos são curtos na cara, mais largos nas bochechas e se tornam um volante cheio no peito. O manto também é largo nas costas e nos flancos.

Pelagem pigmentado exclusivamente as marcas point como o Siamês, o lombo de bege ouro, barriga completamente branco.

A peculiaridade do gato birmanês reveste-se no fato de ter o que é chamado de «luvas”, ou seja, umas manchas nas extremidades das patas, que são de cor branco puro. Em particular, a uniformidade e simetria dos luvas são essenciais; estas luvas devem terminar na articulação. Não é permitido estender-se para as pernas. As luvas ligeiramente mais longos nas pernas traseiras são tolerados. As marcas plantares brancas nas patas traseiras terminam em ponta, e é designado com o nome de «elos».