Gato siberiano cuidados, características e padrão

Gatos Paradais Sphynx

Informações sobre os gatos, os seus cuidados e saúde, raças de gatos, genética felina. Fotos e vídeos.

Cabeçalho Direito

  • Animales
  • Perros
  • Centenas de
  • Répteis
  • Anfibios
  • Aves
  • Peces
  • Mamíferos
  • Sphynx
  • Perro pelo pecado
  • Invertebrados
  • Naturaleza
  • Viajes

Autor: Paradais Sphynx Deja un comentario

nesta página sobre gatos

  • 2.1 Caráter, comportamento, socialização
  • 3.1 Chefe
  • 3.2 Cuerpo
  • 3.3 Extremidades, patas y polegadas
  • 3.4 Manto y cor
  • 4.1 Mais informações sobre gatos, água, cuidados…

Orígenes e historia

O gato siberiano é originário dos países de Leste, nomeadamente a Rússia e a Ucrânia, recebe outras denominações como Sbirska koschka, Sibi, Siberian Cat, da variedade pointed-se o nome de neva masquerade; vem do cruzamento entre gatos selvagens, as cidades e o gato doméstico. Caracteriza-Se principalmente por ter uma pelagem densa para combater as baixas temperaturas existentes naquelas áreas.

o pedigree de um gato siberiano deve constar suas origens russos ao ser exclusivo para essa zona de proveniência. Se bem que a raça foi desenvolvida com sucesso na Rússia, o certo é que demorou a se expandir por outros lugares do mundo, hoje a raça está em pleno andamento e bem difundida. Seu primeiro padrão foi publicado em Moscovo, por parte do Kotofei Cat Club, para isso utilizou-se dois gatos modelo: Marte e Romano.

Em 1987 foram importados para a Alemanha os primeiros exemplares, Mussa e Tima, provenientes de São Petersburgo. Lá pelo ano de 1991 se difundiu na França e teve boa aceitação.

FIFe reconheceu o gato siberiano no ano de 1997. Nos Estados Unidos, a criadora Elizabeth Terrell introduziu os primeiros exemplares (Ofélia, Naina e Kaliostro), a raça começou a ser reconhecida por TICA em 1992, podendo participar de campeonatos em 1997.

Existem referências anteriores que já mencionavam o gato siberiano, como o livro de Harrison Weir intitulado «Nossos Gatos» data de 1889; também, John Jennings em outro manual de 1898, «Gatos domésticos e de luxo», fazia referência ao gato siberiano. A primeira fotografia que se tem conhecimento deste minino data do ano de 1900.

Cuidados com o gato siberiano

Para manter sua pelagem brilhante é necessário escová-lo com regularidade, mais assiduamente, chegada a época de muda, caso contrário, pode ficar confusa e ficar em mau estado, como acontece com outras raças de gatos de pêlo longo ou denso. Gozam de boa saúde, ainda que não por isso devem negligenciado suas respectivas revisões veterinárias.

A alimentação deve ser complementada com produtos especiais para evitar a formação de bolas de pêlo no estômago.

Caráter, comportamento, socialização

É um gato brincalhão, muito ativo e enérgico, você precisa de espaço para se exercitar, são sociáveis e sente grande apreço para com os seus donos, sem dúvida, um dado importadas do ponto de vista de seu comportamento. Apresentam uma personalidade única, embora se socializan bem com outros gatos e igualmente suporta, sem dificuldade, ser manipulado por crianças. São descritos como animais muito inteligentes, com capacidade de dar grandes saltos, dada suas poderosas patas traseiras.

Características e padrão do gato siberiano

Chefe

A cabeça é curta e larga, os ossos das bochechas profundos e amplos, seu focinho arredondado, ligeiramente alongado e queixo também arredondado. A testa é ligeiramente arqueada. O nariz é igualmente ampla, um pouco alongada e afinándose em direção a sua extremidade final. Os contornos do rosto são levemente arredondadas, o perfil inclinar-se e parte superior da cabeça chata, sem parar.

As orelhas do gato siberiano são de tamanho médio, largas na base, com uma ponta ligeiramente arredondada. Separadas e inclinadas para a frente, não possuem muito cabelo na área dorsal. Os pincéis são desejados.

Seus olhos são grandes, ligeiramente ovais e arredondados na borda inferior, um pouco oblíquos e separados. A cor dos olhos é verde ou amarelo, para os pointed, o azul escuro é o mais desejado.

Cuerpo

O gato siberiano é de tamanho médio a grande, musculoso e pesado. O peso médio varia entre 4,5 a 9 Kg. A osamenta é forte e poderosa, peito largo e arredondado. Costas se apresenta um pouco alongada. Estes gatos demoram para se desenvolver, não o fazem até os 5 anos de idade.

Pontas, patas e cauda

As patas também são musculosos e de comprimento médio, embora mais longas as traseiras do que as dianteiras, apresentam forte osamenta. Os pés grandes, compactos e redondos com tufos entre os dedos.

Sua cauda atinge os omoplatos, grossa e afinándose ligeiramente em direção à ponta, não é muito longa, mas sim espessa de abundante cabelo.

O pescoço do gato siberiano não é muito comprido, mas goza de boa musculatura, espessura e em forma arredondada.

Manto y cor

O manto é de comprimento médio. O subpêlo ou fiapos muito denso, macio e fino, cabelo superior denso, solto, de estrutura firme, bem agarrado e brilhante, cobre as costas, flancos e o lado superior da cauda totalmente. As subpartes do corpo e o lado traseiro das extremidades posteriores têm apenas fiapos. O manto é longo, em particular, no pescoço, no peito e na cauda.

As cores chocolate e canela, bem como a sua diluição (lilás e cervato) não são reconhecidos em qualquer combinação (bicolor, tricolor, tabby), nem para o siberiano, nem para a variedade neva masquerade. O fator Burmés não é reconhecido. Todos os restantes cores e padrões são suportados. Igualmente, toda a quantidade de branco é permitida.

Como indicamos anteriormente, a variedade pointed é chamada neva masquerade.