Casas para cães, um acessório que não deve faltar

Muitas pessoas consideram que a elegância, a ostentação, o luxo e a pompa são as que oferecem as melhores condições para os cães, mas, nada mais distante da realidade. Mais do que isso o que o cão reclama, é o conforto e o máximo bem-estar ajustado às suas necessidades.

No mercado há uma infinidade de casas para cães, são de fabricação industrial e contam com materiais de qualidade, além disso, os seus acabamentos estão muito conseguidos e pensados para atingir o maior conforto e bem-estar do cão doméstico. Muitas vezes, tratam-se de produtos em estoque oferecidos a um preço muito bom com o que a sua aquisição pode representar uma boa economia, com o adendo de não ter que perder tempo na construção de uma casa para cães realizada de forma manual.

São muitos os modelos que podemos encontrar em lojas especializadas de animais, mas, basicamente, podemos resumir em função dos materiais empregados na sua construção:

Casas para cães de madeiras: são ideais para cães de exterior, já que o material empregado lhes resguarda do frio, são tratadas para que não se deteriorem e reforçadas com chapa de alumínio ou em suas bordas externas, dessa forma se evita que o animal não possa morder e fraturar o material.

Casas para cães de plásticos: as que existem hoje são muito sofisticadas, já que utilizam materiais isolantes que protegem do frio e calor, como pode ser o nitrogênio injetado, camadas de espuma, etc., Ao contrário das anteriores, limpam-se com mais facilidade e também se manipulam confortavelmente dado o seu pouco peso.

Em ambas existem portas de elevação opcionais, costumam ser fabricados em vinil e proporcionam maior proteção e privacidade ao próprio cão.

Entre escolher uma casa para cães de fabricação industrial ou fazê-lo manualmente, optamos pela primeira opção, na medida em que é agora tempo e esforço na sua construção, os materiais de qualidade não são baratas e, no pior dos casos, se o projeto falhar, você pode estragar todo o trabalho que temos dedicado em sua construção.

no entanto, para os mais corajosos mostramos como podem construir uma casa para cães confortável, segura, atraente, de forma simples, você só tem que colocar à prova os teus dotes de criatividade e originalidade.

Requisitos fundamentais das casas para cães

Quando você decide criar ou renovar a casa do seu cão você deve pensar no que ele precisa para se sentir à vontade. A instalação deve ser funcional, proporcionando um espaço adequado para fazer e deitar-se sem obstáculos. O ideal é que possua uma área próxima em que possa se esticar, correr ou se exercitar.

Projeto ajustado ao espaço e ao tamanho do seu cão

Para fazer o melhor projeto você tem que ter em conta, em primeiro lugar, o tamanho do seu cão, segundo o espaço disponível para a localização da mesma e o clima.

Tamanho

Para calcular o tamanho da casa que o seu cão precisa, existem três medidas básicas que você deve tomar:

1.- A altura do chão até a parte mais alta do dorso: serve para calcular a altura da porta, você pode fazê-la do mesmo tamanho, ou reduzi-la até 75% da mesma, nunca inferior para que o seu can possa entrar e sair facilmente.

2.- A distância do nariz ao flancos te dará a medida da largura da casa, o qual não deve exceder 125% do valor de medição.

3.- A medida da distância entre a cabeça no chão permite calcular a altura que deve ter a casa de seu cão. A altura será entre 125%-150% do valor da medição.

O principal é que o seu animal de estimação possa se mover facilmente, girar e descansar deitada. A porta de entrada deve permitir o fechamento da mesma. Em todos os casos deve estar protegida contra intempéries e ao mesmo tempo estar ventilado.

Localização e clima

Se a localização da casa do cão é em áreas externas, o clima impõe restrições ao projeto. Em climas frios e invernos prolongados, as casas espaçosas para cão não são recomendados porque não ajudam a preservar o calor gerado pelo próprio animal.

Por sua parte, os climas quentes, e os verões fortes, as casas de maior amplitude ajudam a dissipar o calor e que o cão sinta menos os rigores do intenso calor e do sol.

A temperatura ideal em uma casa para os cães deve ser superior a 10°C e abaixo de 26°C.

Os modelos mais confortáveis e funcionais, são os que possuem um teto fixo ou móvel totalmente coberto, uma base ou plataforma que a isola a umidade e os intrusos e um galpão ou terraço superior ou inferior.

Passos para a construção e montagem de casas para cães

1.- Projeto e planos de casa

As alternativas de projetos para as casas são tão numerosas e variadas que quando procurando por modelos funcionais te será imprimida todas as opções, mas o fundamental é fornecer ao seu animal de estimação o conforto e condições necessárias com o menor investimento de tempo, dinheiro e recursos em sua construção.

2.- Seleção e definição dos materiais

Uma vez que você tenha definido o modelo de casa para o seu cão, deve selecionar os materiais para exteriores, interiores, teto, plataforma, uniões e cobertura.

Hoje em dia há uma grande disponibilidade de materiais de construção destinados à fabricação de casas para cães. Entre os mais comuns está a madeira, os plásticos e o concreto. A combinação de alumínio, zinco e madeira é uma excelente variante.

As estruturas internas são construídas com materiais leves, mas fortes. Entre os mais empregados está a madeira de cedro, os tubos de PVC e o pinheiro.

O teto deverá ficar totalmente coberto e com cobertura para garantir a proteção de seu cão.

Além disso requerirás de parafusos, pregos, parafusos, martelos, martelos e ferramentas de acordo com o que você quer fazer.

3.- Cortar as peças da casa e da base

A estrutura funciona como um quadro externo para cada uma das partes da casa. De acordo com o projeto, você poderá comprar as ripas de madeira ou cortá-los você mesmo.

O mais comum é que, além da estrutura precisar de:

  • Uma plataforma em forma horizontal, que se eleva sobre suportes.
  • Quatro caixas laterais, em um deles a porta de acesso e sua disposição é vertical com relação à plataforma.
    dois quadros superiores para o teto e 2 triangulares.

A esta estrutura básica, você poderá adicionar os espaços exteriores que façam mais funcional e prática, a morada do teu cão.

4.- Construir a plataforma e a estrutura da casa

A plataforma pode ser de madeira, pernas ou suporte. Por cima da plataforma coloca-se o plano horizontal que servirá de andar da casa. E protegerá com os materiais previamente assinalados.

A estrutura escolhida é colocada sobre a base para começar o conjunto da casa.

5.- Levantar as paredes

As 4 painéis destinados às paredes laterais e o fundo se vão construindo e montando sobre a estrutura. O painel com a entrada para a frente.

Seja muito cuidadoso para que não fique nenhuma borda ou de saída que possa prejudicar o seu animal de estimação. A casa, nesse momento, parece uma caixa sem tampa. Estas a tempo de rever tudo detalhadamente.

6.- Construir el techo

O teto é uma tarefa fácil, basta encaixar os painéis para que você fique bem coberta da estrutura interior. O ideal é que seja removível ou articulado, para que você possa realizar a limpeza de melhor forma.

Se você quiser um teto fixo, você pode cobri-lo com telhas ou outros materiais impermeáveis, que protejam o seu animal de estimação contra os rigores do clima.

7.- Decorar e personalizar a casa para os cães

Sobre a base deve-se colocar um preenchimento de aparas, de borracha ou outro material que lhe proporcione conforto para o seu cão. Completa a decoração exterior.

Materiales reciclables

A modalidade de aproveitar materiais recicláveis para construir as casas para cães tem maior vigor do que nunca, e você não pode imaginar a infinidade de variantes que tem ao seu alcance.

Se você colocar para funcionar sua inteligência, você vai perceber que você pode construir uma casa para fazer feliz a seu animal de estimação sem grandes complexidades, mas, ao lado da casa, e faze que ele se sinta querido e amado por você.