A comuniciación de gatos, sua linguagem e comportamento

Gatos Paradais Sphynx

Informações sobre os gatos, os seus cuidados e saúde, raças de gatos, genética felina. Fotos e vídeos.

Cabeçalho Direito

  • Animales
  • Perros
  • Centenas de
  • Répteis
  • Anfibios
  • Aves
  • Peces
  • Mamíferos
  • Sphynx
  • Perro pelo pecado
  • Invertebrados
  • Naturaleza
  • Viajes

Autor: Paradais Sphynx Deja un comentario

nesta página sobre gatos

  • 3.1 Mais informações sobre gatos, água, cuidados…

O gato usa linguagem característico que lhe serve para se comunicar tanto com seres humanos como com seus semelhantes; a diferença das pessoas, onde a comunicação é feita, essencialmente, através de uma linguagem verbal ou escrito, nos gatos, a forma de transmissão de informação é feita através de uma diversidade de métodos, como o linguagem corporal, vocalizações ou a emissão de odores. Seu conhecimento nos ajudará a nos relacionarmos melhor com o animal.

a Linguagem corporal e emissão de odores em gatos

Os gatos dedicam grande parte de seu tempo a esfregar sua cabeça, corpo e cauda contra seu mestre ou objetos de habitação, esse tipo de conduta é feito com a finalidade de impregnarnos com o seu cheiro, por isso conta com umas glândulas que libertam substâncias inapreciáveis em humanos, mas que qualquer gato pode detectar rapidamente; trata-se de delimitar e identificar aquilo que entende como de sua propriedade, uma vez que serve para afastar qualquer outro felino, após detectar um cheiro característico. Se o animal realiza este comportamento com outros animais ou com pessoas é sinal de integração no grupo.

Outro tipo de marcação é feito através da ação de arranhar em paredes ou até mesmo mobiliário doméstico, por essa razão, é necessário contar com raspadores ou árvores trepadores, dessa forma, não prejudicará os utensílios da casa. Este modo de comportamento tem como finalidade envolver o seu território com o seu cheiro característico, ao igual que no caso anterior, também conta com umas glândulas localizadas nas almofadas, que ao rasgar sobre objetos, emitem substâncias que servem para delimitar sua circunscrição. Finalmente, uma outra forma de demarcação territorial ou a marcação, se origina com a emissão de orinas, principalmente em machos não castrados, costuma ser desconfortável para as pessoas, já que libertam um odor intenso e desagradável.

Os gatos têm ouvidos muito desenvolvidos, capaz de captar sons inapreciáveis em humanos, por isso, suas orelhas têm a peculiaridade de ter uma certa mobilidade, que nos ajudam a prever o seu comportamento e a conhecer mais sobre sua linguagem. Adotam diferentes tipos de posições que refletem os estados de ânimo em que o animal, assim se mantêm em linha reta, para a frente, indicam que o gato está atento; se, pelo contrário, as posicionam para os lados, expressam que está com raiva; às vezes tendem a fazer com elas movimentos giratórios, neste caso, revelam que o animal está inspecionando ou analisar; finalmente, se as mantém para baixo, é necessário ter precauções para não perturbá-lo neste momento, pois indicam que o gato pode mostrar algum tipo de agressão.

olhos também podem indicar-nos estados de ânimos revelados pelo minino, igual que no caso anterior nos ajudam a prever o seu comportamento, por exemplo, umas pupilas esféricas e expandidas nos advertem que o animal está nervoso, em pânico, com uma certa agressividade, pelo contrário umas pupilas contraídas, olhos semi-abertos, com movimento lento das pálpebras, apontam um gato amigável, calma e feliz.

Outro indicador a ter em conta é a posição que se adote o corpo e a cauda do animal; um felino em posição lateral, com o dorso arqueado e virando a cabeça para um lado, mostra um gato medroso, com raiva, com certa predileção para o ataque; se nos encontrarmos pairando sobre seu lombo ou fazendo movimentos giratórios com o seu corpo para o chão, nos informa uma conduta relaxada, mesmo nos desafiou a jogar. Quanto a cola, se mantém rígida para cima indica um estado de relaxamento, conforto, no entanto, se a agitar com movimentos rápidos, é um indicador de insatisfação ou mal estar e se mantém em posição baixa nos revelará tristeza.

Vocalizações ou linguagem dos gatos através de miados e outros sons

através de vocalizações ou mia, gatos se comunicam com seus congêneres e com o homem, além disso, é uma forma de ver o seu estado de espírito; nós podemos nos encontrar com a variedade de entonações ou linguagem do minino, deixe-as mais interessantes:

Ronronar: esta nota característica em todas as raças de gatos e que certamente alguma vez já tive a oportunidade de ouvir, é um indicador de que o gato está à vontade e confortável, não obstante, há que se destacar que também costumam ronronar quando expressam medo ou temor.

Mia: poderemos encontrar diferentes tipos de tonalidades, às vezes usados para chamar a seu amo, outras vezes para manifestar uma necessidade e até mesmo para revelar tristeza ou algo que você não gosta.

Grunhidos e bufidos: com estes tipos de sons tentam aterrorizar e afastar de seu território dos adversários desafiadores. As fêmeas no cio costumam gritar abruptamente após a cópula.

Urra: é característico em machos quando começa a época do cio, também se pode apreciar aqueles gatos que se sentem encurralado, ou que estejam com medo.

Mastigar: é muito típico quando encontram uma barragem que não podem alcançar, ficam olhando para ela fixamente, ao mesmo tempo que mastigam, mas sem ter qualquer objeto no interior da boca. Esse comportamento também pode ocorrer entre algum macho que localiza-se a presença de outro macho rival.

No final. existem muitos estudos que acreditam que a linguagem tão variado que podem transmitir estes animais, conhecê-lo ajuda a ter uma melhor comunicação com o felino, também nos serve para prever o seu comportamento.