Características do gato

Gatos Paradais Sphynx

Informações sobre os gatos, os seus cuidados e saúde, raças de gatos, genética felina. Fotos e vídeos.

Cabeçalho Direito

  • Animales
  • Perros
  • Centenas de
  • Répteis
  • Anfibios
  • Aves
  • Peces
  • Mamíferos
  • Sphynx
  • Perro pelo pecado
  • Invertebrados
  • Naturaleza
  • Viajes

Autor: Paradais Sphynx 1 comentario

nesta página sobre gatos

  • 0.1 A família dos gatos
  • 0.2 Alimentação
  • 0.3 Hábitos e costumes
  • 0.4 Saúde
  • 0.5 Reprodução
  • 0.6 Raças de gatos domésticos
  • 1.1 Mais informações sobre gatos, água, cuidados…

Uma das principais características do gato é que sempre, desde épocas antigas, cativaram a atenção e admiração do homem, embora em determinados períodos, como na Idade Média, tiveram menos aceitação e popularidade; o certo é que na atualidade, os gatos domésticos, ou seja, os destinados a animais de estimação ou animais de companhia, são muito queridos e apreciados, principalmente, pela sua fácil manutenção e pouco espaço de que precisam para se unir ao ambiente do lar familiar. Muitos vagam em liberdade, sobre todos os que habitam em ambientes rurais, também conservam suas boas habilidades de caçadores de roedores com o consequente efeito vantajoso para seus proprietários. Destacamos neste artigo as principais características dos gatos.

A família dos gatos

A família dos felídeos abrange grande variedade de gêneros e de espécies, basicamente podem ser divididos em duas subfamílias: felinos (latim científico: felidae), animais de menor porte, entre os quais se encontra o gato de estimação, e panterinos (phantherinae), estes últimos, de maiores proporções, como é o caso do leão, tigre, leopardo… Sem esquecer os maquerodontinos, animais extintos, como é o caso do famoso tigre de dentes de sabre.

Alimentação

Os felinos são animais estritamente carnívoros, sua dieta alimentar é principalmente de proteína animal. Consomem pouca água, dado que os seus antepassados são os gatos do deserto. São excelentes caçadores em estado selvagem, principalmente comendo seus filhotes de aves, pequenos mamíferos e até mesmo peixes. Os domésticos costuma facilitar alimentos de fabrico industrial especialmente preparados para eles.

Hábitos e costumes,

São animais solitários, em estado selvagem vagam por uma determinada área ou território, o qual defendem contra a presença de outros gatos, para delimitarlos utilizam a marcação, comportamento comunicativo entre membros da mesma espécie.

O minino de estimação é mais vocalizador, além disso, pode-se considerar mais submisso e apegado ao seu dono, mas não está a reproduzir um comportamento de submissão hierárquica, como acontece com o cão.

Seus hábitos são noturnos e crepusculares, por essa razão, têm desenvolvido um excelente visão noturna. Também conta com um ouvido e olfato bem desenvolvidos. Seus dentes são afiados como as unhas, o corpo forte e compacto, ágil e dotado de grande flexibilidade.

Saúde

O gato doméstico tem uma expectativa de vida muito maior do que o que vivem em liberdade, podem chegar a durar até 15 anos e também existem registros de felinos que têm durado mais, tudo depende do que se lhe tem dado uma boa alimentação e bons cuidados desde tenra idade.

Reprodução

As fêmeas são poliéstricas estacionais, ou seja, têm um determinado período reprodutivo, que pode ser fértil e gestar a seus filhotes, uma vez concluído o mesmo entram na fase de repouso ou em anestro até que se inicie um novo período reprodutivo. Os machos podem ser férteis em qualquer momento.

A gestação dura cerca de 62 dias, parem uma média de cinco filhotes, os filhotes nascem surdos e com os olhos fechados, e por isso que precisam se valer da mãe para sobreviver. À medida que avança o desenvolvimento, sobre o mês de idade, começam a comer alimentos sólidos, sobre os três meses estão em condições de se levantar por si mesmo.

Raças de gatos domésticos

Atualmente, há uma variedade de raças de gatos domésticos, que diferem em função de certos caracteres que apresenta o minino, como o comprimento do cabelo, cores e padrões, tamanhos, mutações especiais em algumas raças, etc., nos últimos anos, está colocando de moda a criação de exemplares de enormes proporções, através de trabalhos de seleção entre cruzamentos de gatos selvagens e domésticos.