Arranhadores para gatos

Gatos Paradais Sphynx

Informações sobre os gatos, os seus cuidados e saúde, raças de gatos, genética felina. Fotos e vídeos.

Cabeçalho Direito

  • Animales
  • Perros
  • Centenas de
  • Répteis
  • Anfibios
  • Aves
  • Peces
  • Mamíferos
  • Sphynx
  • Perro pelo pecado
  • Invertebrados
  • Naturaleza
  • Viajes

Autor: Paradais Sphynx Deja un comentario

nesta página sobre gatos

  • 3.1 Mais informações sobre gatos, água, cuidados…

arranhadores para gatos sem dúvida são acessórios essenciais que não devem faltar na casa ou apartamento em que você se hospeda o gato. Os gatos de interior, isto é, aqueles em que o seu acesso ao exterior da moradia é limitado, precisam de arranhadores para que o proprietário possa recriar uma conduta semelhante à que se realizam no estado selvagem.

Qualquer felino em liberdade precisa raspar normalmente em troncos de árvores, com uma dupla finalidade: afiar as unhas, fazendo com que se mantenham em perfeito estado e anti-para a caça; e como a marcação territorial, já que a ação de riscar supõe permear o local escolhido certos hormônios que ajudam a delimitar o seu território contra invasores, concretamente outros felinos que após detectar uma área territorial ocupada, é alejarán do local para evitar agressões por competitividade, é o que os especialistas em etologia felino chamadas de linguagem de estilo.

O mercado, consciente do problema descrito anteriormente, foi projetado multidão de arranhadores para gatos, que adotam diversidade de formas, tamanhos e cores. O preço de aquisição é muito competitivo e ao alcance de qualquer usuário, que, maioritariamente, optam por comprar esses acessórios de fabricação industrial, principalmente por seus bons acabamentos, fácil manuseio e a boa qualidade dos materiais empregados na sua fabricação. Sim, é certo que muitas pessoas optam por fazer arranhadores para gatos de forma manual, mas é necessário ter boas habilidades para adaptá-los e, sobretudo, para que o minino possa encontrar-se confortável com o acessório, por isso é mais aconselhável que os arranhadores para gatos de fabricação industrial, de fácil aquisição em lojas especializadas em produtos para animais de estimação ou animais de estimação.

Tipos de arranhadores para gatos

Como manifestamos anteriormente, há uma variedade de tipos de arranhadores para gatos, uma descrição de todos fatigaría ao leitor, por isso, em seguida, especificamos que a nosso ver são os mais relevantes:

Raspador de caixa
Raspadores horizontais: são de pouca altura e menos sofisticados, adotam diferentes formas: tipo de onda, tipo tapete, posição inclinada; há mesmo os fabricados em papelão ou outros materiais mais moles, sua principal desvantagem é que duram pouco tempo e será necessário renová-los mais vezes.

Alguns conselhos para a adaptação do gato ao raspador

O principal problema que implica a não posse de um raspador é o fato de que o gato vai procurar algum mobiliário da habitação para executar a ação de riscar: um sofá, uma cadeira, um armário…, os danos serão muito grandes e, do ponto de vista econômico, representam maior custo da renovação do mobiliário do que a própria aquisição de um raspador para gatos.

Por essa razão, após a adoção do minino, é importante contar com o raspador, para assim habituarlo tão precioso elemento e inhibirlo que arranhe em outros utensílios da casa. Acostumbrarlo desde filhote de cachorro é uma tarefa fácil, basta colocar o gatinho em contato com o raspador de forma regular, será suficiente para que ele comece a se familiarizar com o equipamento.

Em algumas ocasiões, surge o problema de não adaptação ao raspador, porque a pequena não lhe foi ensinado, ou ainda pelo fato de que adquiriu maus hábitos e aranha no mobiliário da habitação, se este for o caso, será necessário corrigir o seu comportamento, para isso, você pode recorrer a reforços positivos ou negativos.

O reforço positivo consiste em conseguir acomodar o minino o raspador, por exemplo, colocá-lo em uma área que você goste transitar; permear o acessório com erva-gateira ajudá-lo a se aproximar de você e explore o raspador até conseguir o nosso objectivo. Se o raspador dispõe de algum elemento para que possa se deitar também irá atrair a sua atenção e acabam descansando em plácidas descanso, já que considera como um elemento a mais do seu ambiente habitual.

Os reforços negativos não são muito aconselháveis pelos disponível felinos dado o carácter solitário dos gatos, mas, se isentar de castigo físico podem ser, segundo muitos especialistas, uma grande ajuda para a inibição de ações de mau comportamento, ou as não-agradáveis no âmbito doméstico, mesmo que no estado selvagem são consideradas como comportamentos naturais. Algum exemplo no tema que nos ocupa é o fato de incorporar papel ou plástico sonoro em lugares que não se deseja que arranhe o gato, o ruído irá perturbá-lo e desistirá de sua ação; um pequeno jato de água sob pressão também contribui para cancelar o gato de arranhar em objectos indesejados, é importante fazer isso no mesmo momento em que execute a ação não desejada, pois trata-se compreender que em certos elementos da habitação não pode desenvolver certas ações comportamentais; outras medidas dissuasivas podem ser um chisteo, um «não» saiu do tom, ou mesmo dispor de um apito, ruídos irritantes que ahuyentarán ao felino a arranhar em lugares não desejados e terminará habituándose o raspador para gatos.