Alimentação gatos de idade avançada: ração para gatos sênior

Gatos Paradais Sphynx

Informações sobre os gatos, os seus cuidados e saúde, raças de gatos, genética felina. Fotos e vídeos.

Cabeçalho Direito

  • Animales
  • Perros
  • Centenas de
  • Répteis
  • Anfibios
  • Aves
  • Peces
  • Mamíferos
  • Sphynx
  • Perro pelo pecado
  • Invertebrados
  • Naturaleza
  • Viajes

Autor: Paradais Sphynx Deja un comentario

nesta página sobre gatos

  • 5.1 Mais informações sobre gatos, água, cuidados…

gatos de idade avançada precisam de nutrientes em sua alimentação, que diferem consideravelmente os de um gato adulto mais jovem. Nessa linha, os alimentos ou refeição balanceada de fabricação industrial são os mais apropriados, nos referimos a ração para gatos sênior, já que se tem avançado consideravelmente no setor de alimentação do ponto de vista científico, de facto conseguiu-se, em termos gerais, aumentar suas expectativas de vida, que, se é verdade que a média é de 15 anos, há muitos gatos que chegam até os 20, podem até mesmo ultrapassar essa idade.

São muito variadas as doenças que os gatos de idade avançada ou sênior pode desenvolver, destacam-se patologias tipo renal, atrofia muscular e óssea, diabetes, problemas dentários, doenças cardiovasculares, tumores, perda de habilidades cognitivas, etc

Devido a isso, uma boa alimentação equilibrada, suave, com nutrientes adequados, vão precisar dos gatos de idade avançada ou geriátricos, com isso, aumenta a sua qualidade de vida e a prevenção de determinadas patologias, destacando-se a ração para gatos sênior como a melhor opção para fornecer.

o Que incorpora nutrientes de um alimento para gatos sênior?

pode-Se melhorar a qualidade de vida de um gato de idade avançada suministrándole um alimento para gatos sênior, que contenha em dieta de certos nutrientes especiais, como os antioxidantes. Efectivamente, o aumento de vitaminas, especialmente a vitamina C para a prevenção de doenças dentais, ou a vitamina E, que diminui os radicais livres, são muito importantes, pois o sistema imunitário responderá melhor, retardando o envelhecimento.

, Igualmente, os especialistas em nutrição felina recomendam outras medidas relacionadas com a dietética aplicada ao minino, como é o caso de um alimento para gatos sênior que tenha uma ótima concentração de energia, também deve ser muito por apresentar para induzi-lo a comer, já que a idade limita o próprio apetite do felino doméstico. Ganha especial importância a textura da comida, a qual deve ser suave, pois a vida está mais deteriorada e poderá assimilar melhor o alimento.

O tema de diminuir as proteínas tem sido muito discutido na literatura científica, ainda que nos últimos anos há uma tendência à não diminuição, os que defendem esta tese revela que, do contrário, irá enfraquecer ainda mais o seu sistema muscular, incluindo o próprio sistema imunitário.

Sim, há unanimidade em uma redução do fósforo em sua dieta e aqueles alimentos que possam favorecer a acidificação da urina, especialmente para evitar problemas de cálculos renais. A insuficiência renal também pode estar presente em os gatos de idade avançada, ao respeito, ração para gatos sênior costumam incluir proteínas de qualidade, embora em menor quantidade, e um aumento das vitaminas D, K e B. O cálcio não deve passar despercebida uma vez que a desmineralização óssea é mais comum em gatos geriátricos.

Finalmente, muitos gatos de idade avançada tendem a apresentar uma mobilidade digestiva mais reduzida do que a de um gato jovem, por essa razão, nas dietas equilibradas ou ração para gatos sênior incluem componentes que ajudam a prevenir problemas relacionados com o extreñimiento, especialmente uma quantidade ideal de fibra.

Quando são considerados geriátrica os gatos de idade avançada?

A partir dos 10 anos de vida é quando devemos ser conscientes de que o minino exigirá uma alimentação especial para gatos de idade avançada. O veterinário desempenha um papel importante, sobretudo para rever o felino, controlar o seu estado de saúde e aconselhar sobre ração para gatos sênior mais adequado, em função da exploração e o histórico clínico que tenha levado do animal.

As tomadas de alimentos são importantes

Muitos especialistas aconselham a reduzir a ração de alimento, dessa forma se evita a obesidade, sobretudo tendo em conta que os gatos de idade avançada ou sênior são menos ativos e, portanto, propensos a engordar. Embora esta medida, não há que generalizarla, já que, como alternativa, você pode fornecer uma dieta com menos consumo de energia, em muitas ocasiões, incluindo os alimentos para gatos sênior.

Pode ocorrer o contrário, ou seja, que o gato mais velho, com os anos, vá perdendo peso, o que exige maior densidade de energia, até mesmo rever, a nível veterinário, a sua dieta alimentar e os componentes nutricionais, dessa maneira pode prescrever ração para gato sênior que considera mais adequado .

Conclusão

– Uma vez o gato exceda os 10 anos de idade ou aqueles em que o clínico veterinário foi diagnosticada alguma doença, devem alimentar-se com dieta especial que especifique o próprio veterinário.

– As dietas equilibradas podem sofrer alterações em função da idade ou de saúde do gato.

– Felizmente se investiu muito no setor de nutrição animal, as apresentações de produtos tipo de alimentos para animais ou enlatados respondem à maioria dos requisitos alimentares que exige que o felino, como é o tema que nos ocupa: os gatos de idade avançada ou geriátricos.

– Uma dieta ideal para gatos de idade avançada deve ser muito equilibrada, por apresentar, mole, que contenha todos os nutrientes necessários a essa idade e altamente digerível. No mercado existe uma grande variedade de alimentos para gatos sênior.