Alaskan malamute el perro trine acredita

O cão de raça alaskan malamute surgiu nos Estados Unidos. Antigamente eram cães muito apreciados dado os seus inegáveis dotes como cães de trabalho, especialmente cães de trenó; graças a eles, se conseguiu o deslocamento por muitos lugares inacessíveis no Estado do Alasca. Sua origem relaciona-se com a população da Mahle, a que pertencia a uma tribo chamada Mahlemiut.

No dia catorze de agosto de 1.996, foi lançado o padrão por parte da Fédération Cynologique Internationale. Chama a atenção como um atributo que identifica a esse belo animal, do ponto de vista de sua capacidade de trabalho, o fato de que em seu processo tem de prevalecer suas qualidades como cão de trenó com capacidade suficiente para o arraste de cargas pesadas.

Características do cão Alaskan Malamute

Boa cabeça larga, focinho forte. Stop não muito pronunciado. Olhos oblíquos. Orelhas triangulares, não grandes, eretas.

Corpo compacto, forte; membros fortes, os ossos significativamente desenvolvidos.

Pelagem curta, mas muito espesso. Cores: preto, cinza ou vermelho, combinados com o branco, mas também se admite o branco sólido.

Altura da cernelha, para os machos de 65 Cm, e as fêmeas de 58 Cm.

Temperamento e socialização

O alaskan malamute é sociável com os humanos, tolera muito bem as crianças, embora com outro cão pode ser muito territorial. É um cão não ladrador, talvez a pior qualidade é ser um animal teimoso, com o que precisa de uma educação correta para alcançar uma obediência adequada no can. Tenha-se em conta que se trata de um cão primitivo e, especialmente, se convive com cães, sempre procura estar na posição superior no ambiente de uma hierarquia social.

Cuidados ou manutenção do alaskan malamute

São animais primitivos que não necessitam de cuidados especiais, para a manutenção de sua pelagem é necessário escová-lo semanalmente e até diariamente em épocas de muda, possuem dupla pelagem, o subpêlo protege em épocas de frio, também contam com cabelo de cobertura que lhes protege da sujeira, por essa razão, não se deve tomar banho ao mamífero mais de três vezes ao ano. Adapta-Se bem em zonas urbanas, mas precisa de exercícios diários. Gosta de estar em contato com seu dono, de fato odeia ficar sozinho. Destacam-se como as doenças mais frequentes no Alaska Malamute do alasca: Coat Funk (perda de cabelo em cães com uma certa idade), Hipotireoidismo, Polineuropatia, displasia de quadril e torção de estômago.

Finalidade ou utilidade

Cão de companhia, cão de tiro.

Classificação segundo FCI

Grupo 5, cães do Tipo Spitz e Tipo Primitivo. Seção 1, Cães nórdicos de trenó.

Outros nomes

Malhmut, malamute de Alaska.